Se todos os dias  nos cruzàssemos a todas as horas com pessoas de todas as cores, de todos os estilos, de todas as lìnguas, de todos os costumes, a conversarem, a beijarem-se, a sorrirem-se, a pedirem-se desculpa por se terem pisado uns aos outros, como no metrö de Paris… se calhar o Mundo era um lugar mais sensato.

Anúncios