Não são os políticos corruptos, não é a falta de justiça fiscal, não é a falta de justiça, não é a desonestidade, não é o ciclo muitas vezes inescapável da pobreza, não é o medo de dizer a verdade, não é o medo de defendermos os nossos direitos, não é a impotência perante a selecção noticiosa dos meios de comunicação social, não é o desemprego para aumentar os lucros dos accionistas, não é a falta de igualdade ou falta de liberdade ou falta de fraternidade, etc, etc,etc. Nenhum destes pormenores suscita vaias nem apreensão relativamente ao futuro dos nossos filhos. Ainda bem que não tenho filhos.

Anúncios